O MCTI e a Mata Atlântica

A calamidade ambiental que atingiu o rio Doce em novembro de 2015, com o desastre da SAMARCO, chamou atenção para o drama ecológico que afeta a Mata Atlântica, um dos mais importantes ecossistemas do mundo. A matança de macacos que vem ocorrendo agora em função da febre amarela mais uma vez atinge em cheio este ecosistema.

Assista a entrevista do Prof. Sérgio Lucena Mendes ao Bom Dia ES esclarecendo sobre a situação da febre amarela no estado e a ameaça aos macacos!

Apesar da solicitação assinada por mais de duzentos cientistas e do abaixo-assinado com mais de 32 mil apoiadores ainda continuamos aguardando os procedimentos do MCTI para a Regularização do Instituto Nacional da Mata Atlântica.

Quanto tempo e quantos desastres mais terão que ocorrer para que o Ministério  de Ciência, Tecnologia e Inovação, possa concluir o processo de regularização do INMA, com a publicação da Portaria com o Regimento Interno, a indicação do Comitê de Busca e o Edital para escolha de um Diretor para que o Instituto possa cumprir com sua função estabelecida pela Lei 12.954, de 5 fevereiro de 2014 e a meta estabelecida pelo Decreto Nº 8.877, de 18 de outubro de 2016?

Convidamos acompanhar nossas ações no facebook: em , nosso perfil, em nosso grupo ou em nossa fan page ou ainda seguindo nosso Twitter ou em nosso blog.