Escolha
 
logo FALE CONOSCO
shunya meditação mestres textos zen dzogchen links

Portões da Prática BudistaPortões da Prática Budista
de Chagdud Rinpoche
Rigdzin Editora

Prefácio à Primeira Edição Brasileira

Os ensinamentos do Buda oferecem um meio infalível pelo qual os praticantes sinceros podem transcender o sofrimento infindável da existência cíclica e revelar sua própria natureza búdica. Esses métodos, preservados em linhagens ininterruptas de saber escolástico e realização, foram, de acordo com uma antiga profecia, trazidos para o Ocidente nestes tempos em que "o pássaro de ferro voa". Eu pude contar com a boa sorte de receber transmissão desses ensinamentos preciosos a partir da mente iluminada de muitos mestres tibetanos santificados, e também de contemplar e meditar sobre essa sabedoria inexprimível.

Desde a ocupação de meu país pelos chineses, os ventos do carma me impeliram para o mundo ocidental, e agora para a América do Sul. A publicação da edição em língua portuguesa de Portões da Prática Budista ocorre às vésperas de minha transferência para o Brasil. Essa mudança foi inspirada pela interdependência existente entre, de um lado, a fé e a devoção sincera dos brasileiros que encontrei, a par da aspiração de muitos alunos de que os métodos profundos do budismo Vajrayana e, em particular, os da Grande Perfeição, criem raízes firmes no solo brasileiro, e, de outro lado, meu compromisso de introduzir esses ensinamentos onde quer que haja necessidade e intenção autêntica de aplicá-los. Causa-me enorme satisfação a oportunidade de ajudar a abrir os caminhos da compaixão e sabedoria infinitas do Buda para o povo brasileiro.

Os métodos do Buda são infalíveis, mas somente se praticados. O sentimento que trago em meu coração é o de que este livro venha inspirá-los a encontrar um professor qualificado e a se dedicar ao caminho espiritual com seriedade. Pela força desta virtude, possam vocês e todos os seres despertar do sonho da existência cíclica e, assim, revelar a pureza da sua verdadeira natureza.

Chagdud Rinpoche,
Rigdzin Ling
Fevereiro de 1995