Geshe Tenzin Wangyal Rinponche


Geshe Tenzin Wangyal Rinponche (1961– )
Geshe Tenzin Wangyal Rinpoche, é o fundador e diretor espiritual do Instituto Ligmincha, é um aclamado autor, bem como um professor altamente respeitado e amado por estudantes nos Estados Unidos, México e Europa.

Geshe Tenzin Wangyal Rinpoche, é o fundador e diretor espiritual do Instituto Ligmincha, é um aclamado autor, bem como um professor altamente respeitado e amado por estudantes nos Estados Unidos, México e Europa. Fluente em Inglês, Tenzin Rinpoche é conhecido pela profundidade de sua sabedoria; seu estilo envolvente e claro de ensino; e sua capacidade de fazer os antigos ensinamentos tibetanos altamente acessíveis e relevantes para a vida dos ocidentais.

Tenzin Rinpoche nasceu em Amritsar, na Índia, não muito tempo depois de seus pais fugirem de sua pátria tibetana em 1959 durante a Revolução Cultural chinesa. Aos 10 anos Tenzin Rinpoche foi ordenado como monge no Mosteiro Menri, perto de Dolanji, na Índia. Lá, ele foi reconhecido pelo professor titular Lopon Sangye Tenzin Rinpoche como a reencarnação do famoso mestre Khyung Tul Rinpoche, um mestre de meditação de renome, professor, estudioso e médico que morreu em meados do século 20.

Desde a idade de 13 anos, Rinpoche tem praticado o Dzogchen, sob a orientação de mestres Bön e de mestres de escolas budistas do Tibete, incluindo Sua Santidade Lungtok Tenpai Nyima, Lopon Sangye Tenzin Rinpoche, Lopon Tenzin Namdak Rinpoche e Geshe Yungdrung Namgyal. Do início da sua adolescência até a idade adulta jovem, Tenzin Rinpoche foi criado como um filho por seu professor raiz Lopon Tenzin Namdak Rinpoche, hoje reverenciado como o professor mais antigo da tradição Bön. Um erudito nas tradições textuais budistas Bön da filosofia, da exegese e do debate, em 1986, Tenzin Wangyal Rinpoche concluiu o curso de 11 anos de estudos tradicionais na Escola Dialética do Mosteiro de Menri, onde ele recebeu seu diploma de Geshe, equivalente a um doutorado em filosofia nas universidades ocidentais.

Ao se formar, Tenzin Rinpoche foi empregado na Biblioteca de Trabalhos e Arquivos Tibetanos em Dharamsala, na Índia. Naquele mesmo ano, Sua Santidade o XIV Dalai Lama nomeou Rinpoche para ser o representante da tradição Bön à Assembleia de Deputados do Povo Tibetano do Governo Tibetano no exílio.

enzin Wangyal Rinpoche foi um dos primeiros a trazer os preciosos ensinamentos Bön para o Ocidente. Em 1988 ele foi convidado pelo mestre Dzogchen Chögyal Namkhai Norbu Rinpoche a ensinar na Itália, o que lhe trouxe oportunidades adicionais para ensinar em outros locais em toda a Europa Ocidental. Em 1991, Tenzin Rinpoche foi premiado com uma bolsa Rockefeller na Universidade Rice, em Houston, Texas, onde continuou sua pesquisa sobre as principais divindades tântricas Bön e sua relação com as tradições budistas no início Tibet budista. Ele foi premiado com uma segunda Rockefeller Fellowship em 1993, quando a Universidade Rice o convidou de volta para ensinar durante o semestre da primavera.

Desde aquela época Tenzin Rinpoche escolheu permanecer no Ocidente para ensinar as antigas tradições Bön para os estudantes ocidentais.Em Março de 1992, Rinpoche fundou o Instituto Ligmincha em Charlottesville, Va., uma organização sem fins lucrativos cujo objetivo é preservar para as gerações futuras os antigos ensinamentos, artes, ciências, língua e literatura do Tibete e Zhang Zhung.

Em 1994 ele recebeu uma bolsa da National Endowment for the Humanities para prosseguir a investigação sobre os aspectos lógicos e filosóficos da tradição Bön. Os frutos dessa pesquisa vieram com a publicação em 2006 do texto acadêmico Unbounded Wholeness: Dzogchen, Bon e a lógica do não-conceitual (Oxford University Press, 2006), escrito em colaboração com Anne Carolyn Klein, na cadeira de estudos religiosos na Universidade Rice. Também em 1994 Tenzin Rinpoche apareceu no Discovery Channel, onde explicou os princípios envolvidos na prática tibetana de yoga do sonhos como um segmento de uma série de três partes, intitulado “O Poder dos Sonhos”.

Em 1998, Rinpoche estabeleceu o Centro de Retiros Serenity Ridge em meio às montanhas de Nelson County, Va., 30 minutos ao sul de Charlottesville.

Na Primavera de 2004 Tenzin Wangyal Rinpoche casou-se com Tsering Wangmo, irmã de Lama Khyimsar Rinpoche (detentor da linhagem dos mosteiros Bön Pungmo Gon e Lhari Nyiphug no Tibete e fundador do Instituto Bön Yungdrung tibetano, no Reino Unido). No outono de 2005 seu filho, Senghe, nasceu. A família Wangyal atualmente reside na Califórnia, na área da Baía de San Francisco.

Atualmente Rinpoche continua seus dedicados esforços para preservar a tradição budista Bon, através da criação de centros e grupos em todo o mundo, traduzindo e publicando textos e ensinando o Bön initerruptamente, transmitindo a tradição para estudantes ocidentais em todo o mundo.

lishu flowers-mdEm 2006, durante o retiro de verão europeu em Buchenau, Alemanha, Rinpoche anunciou a criação do Instituto Lishu, uma escola perto de Dehra Dun, Índia, onde os estudantes ocidentais serão capazes de continuar e aprofundar as suas experiências e seus conhecimentos sobre os antigos ensinamentos e práticas do Bön.


Fonte: https://ligmincha.com.br/quem-somos/51-linhagem/66-gtwr