Jamgon Kongtrul Lodrö Taye


Jamgon Kongtrul Lodrö Taye (1813-1899)
Jamgön Kongtrül Lodrö Thaye ( tibetano : འཇམ་ མགོན་ ཀོང་ སྤྲུལ་ བློ་གྲོས་ མཐའ་ ཡས་ , Wylie : jam mgon kong sprul blo gros mtha’ yas , 1813-1899), também conhecido como Jamgön Kongtrül, o Grande, era um estudioso do budismo tibetano, poeta, artista, médico, tertön e polímata. Ele foi um dos budistas tibetanos mais proeminentes do século 19 e ele é creditado como um dos fundadores do movimento Rime (não-sectário), compilação que é conhecido como os “Cinco Grandes Tesouros”. Ele alcançou grande renome como um estudioso e escritor, especialmente entre os Nyingma e Kagyu linhagens e compôs mais de 90 volumes de escritura budista, incluindo o seu opus magnum, O Tesouro do Conhecimento .

Kongtrül nasceu em Rongyab (rong rgyab), Kham , então parte do Derge Unido . Ele foi primeiro tonsurados em um Bon mosteiro, e depois a 20 tornou-se um monge em Shechen, um dos principais Nyingma mosteiro na região, depois de passar para o Kagyu mosteiro Palpung em 1833 sob a Nona Tai Situ , Pema Nyinje Wangpo (1775-1853 ). Ele estudou muitos campos em Palpung, incluindo filosofia budista , tantra , medicina, arquitetura, poética e sânscrito . Por trinta ele havia recebido ensinamentos e iniciações de mais de sessenta mestres de diferentes escolas do budismo tibetano. Kongtrül estudado e praticado principalmente nas tradições Kagyu e Nyingma, incluindo Mahamudra e Dzogchen , mas também estudou e ensinou Jonang Kalachakra . Ele também saiu em turnê com o Karmapa décimo quarto e lhe ensinou sânscrito. Ele se tornou uma figura influente em Kham e leste do Tibete, em matéria de religião, bem como na administração secular e diplomacia. Ele foi influente na economia Palpung mosteiro quando um exército do governo tibetano da Central Tibete ocupado Kham em 1865.

Kongtrül foi afetada pelo conflito político e inter-religioso acontecendo no Tibete durante a sua vida e trabalhou em conjunto com outras figuras influentes, principalmente Jamyang Khyentse Wangpo (1820-1892) e também com o Nyingma tesouro revelador Chogyur Lingpa (1829-1870) e Ju Mipham Gyatso (1846-1912). Kongtrül e seus colleages trabalharam juntos para compilar, intercâmbio e reviver os ensinamentos do Sakya , Kagyu e Nyingma , incluindo muitos ensinamentos quase extintos. Este movimento veio a ser chamado Rime ( Ris med ), “não sectária”, ou “imparcial”, porque considerou que não havia valor em todas as tradições budistas, e todos eram dignos de estudo e preservação. De acordo com Sam van Schaik, sem essa coleta e impressão de obras raras, a supressão posterior do Budismo pelos comunistas teria sido muito mais final.

Ermida pessoal de Jamgon Kongtrül foi Kunzang Dechen Osel Ling ( kun GLING gsal bzang bde ‘od chen ), “Jardim do auspicioso Bliss e Clear Light”, e foi construído em um afloramento rochoso acima Palpung mosteiro. Tornou-se um centro de importância para a prática de três retiros ano. Esta é também onde ele compôs a maioria de suas principais obras. As obras de Kongtrül, especialmente o seu Volume 10 O Tesouro do Conhecimento . tem sido muito influente, especialmente nas Kagyu e Nyingma escolas.

Além de promover a inclusão geral e atitude não-sectária em relação a todos os diferentes linhagens budistas e escolas, Kongtrül era conhecido por promover um Shentong vista do vazio como o mais alto ponto de vista.

Sua visão da Prasangika Madhyamaka é descrito no seguinte verso do Tesouro do Conhecimento :

imputações conceituais são abandonados; todas as coisas são meramente designações.

fenômenos agravados são enganosos; nirvana não é enganosa.

A raiz do samsara está agarrado a verdadeira existência, que gera o obscurecimento das emoções aflitivas.

Desde os três primeiros yanas têm a mesma forma de ver a realidade, só há um caminho de ver.

Todos os fenômenos dissolver tal que aqueles iluminação só aparece para a percepção dos outros.

De acordo com Kongtrül, a diferença entre prasangika e Svatantrika Madhyamaka é:

Estas escolas diferem na forma como a visão final é gerado no próprio ser. Não há diferença no que eles afirmam a natureza última de ser. Todos os grandes estudiosos que são imparciais dizer que essas duas escolas são autênticos Madhyamaka.

Kongtrül também considerou que ” Shentong Madhyamaka” era uma forma válida de Madhyamaka, que também foi baseada nos ensinamentos de Buda natureza do terceiro giro e Nagarjuna da “Coleção de Louvores”. Para ele, essa Shentong Madhyamaka é a visão que sustenta que a verdade última, o “primordial sabedoria natureza, o dharmata”:

sempre existe em sua própria natureza e nunca muda, por isso nunca é vazio de sua própria natureza e é lá o tempo todo.

No entanto, ele deixa claro que “A visão Shentong está livre da culpa de dizer que o final é uma entidade.” Além disso, Kongtrül afirma:

A verdade suprema é a sabedoria primordial do vazio livre de elaborações. sabedoria primordial é lá em sua própria natureza e está presente dentro do impuro, consciência enganado. Mesmo quando a consciência está temporariamente manchado, ele permanece na natureza sabedoria. As impurezas são separáveis ​​e podem ser abandonados porque eles não são a verdadeira natureza. Portanto, a verdade última também é livre dos dois extremos de niilismo e eternalismo. Desde o vazio é verdadeiramente estabelecida, então o extremo do niilismo é evitado; e uma vez que todos os fenômenos e conceitos de sujeito-objeto agarrar realmente não existe, então o extremo da eternalismo é evitado.

Finalmente, sobre a diferença entre Rangtong e Shentong , Kongtrül escreve no Tesouro do Conhecimento :

Para ambos Rangtong e Shentong o nível relativo está vazia, e em meditação, todos os extremos fabricadas ter cessado. No entanto, eles diferem em sua terminologia sobre se dharmata existe ou não existe na pós-meditação, e em última análise, se sabedoria primordial é verdadeiramente estabelecida ou não. Shentong diz que, se a verdade última não tinha natureza estabelecida e foi uma mera negação absoluta, então seria um nada vazio. Em vez disso, o melhor é não-dual, sabedoria primordial auto-conhecimento. Shentong apresenta uma visão profunda que une os sutras e tantras.

A principal corpus de Jamgön Kongtrül Lodrö Thaye vastas atividades acadêmicas (com mais de noventa volumes de obras em todos) é conhecido como o grande Treasuries:

A Fazenda de Enciclopédica Conhecimento ( ela é BYA Kun la khyab pa’i mDzod ), resumindo os inteiros sutric e tantricos caminhos.
O Tesouro das Instruções preciosos ( gdams ngag rin po che’i mDzod ), um compêndio de iniciações e instruções orais do que ele formulado como os “Oito Grandes Chariots” das linhagens de instrução no Tibete.
O Tesouro de Kagyu Mantras ( BKA’ brgyud sngags kyi mDzod ), um compêndio de rituais, iniciações e instruções orais para os Yangdak, Vajrakilaya e Yamantaka divindades da tradição kama Nyingma, e os ciclos de tantra dos Sarma linhagens de Marpa e Ngok.
O Tesouro de Termas Preciosa ( rin chen gter mDzod ), uma compilação massiva de termas.
O Tesouro Pouco frequentes ( Thun mong ma yin pa’i mDzod ), que contém próprias revelações terma profundas do Jamgön Kongtrül Lodrö Thaye.
O Tesouro dos Ensinamentos extensa ( mDzod rgya chen bka’ ), que inclui vários trabalhos relacionados, como elogios e conselhos, bem como composições em medicina, ciência e assim por diante.

O Tesouro do Conhecimento
De Jamgon Kongtrul (1813-1899) ‘oceano infinito do Conhecimento’ ( tibetano : ཤེས་ བྱ་ མཐའ་ ཡས་ པའི་ རྒྱ་ མཚོ , Wylie : ela é BYA mtha’ yas pa’i rgya mtsho ) consiste de dez livros ou seções e é em si um comentário sobre os versos root ‘a abrangência de todo o conhecimento’ ( tibetano : ཤེས་ བྱ་ ཀུན་ ཁྱབ , Wylie : ela é BYA khyab kun ), que também é o trabalho de Jamgon Kongtrul. A abrangência de todo o conhecimento são os versos de raiz para autocommentary de Kongtrul oceano infinito do conhecimento e essas duas obras juntas são conhecidas como ‘O Tesouro do Conhecimento’ ( tibetano : ཤེས་ བྱ་ མཛོད , Wylie : ela é bya mDzod ). Texto tibetano

Dos cinco, o Tesouro do Conhecimento era de Jamgon Kongtrul opus magnum , cobrindo todo o espectro da história budista, filosofia e prática. Há um esforço contínuo para traduzi-lo em Inglês. Ele é dividido da seguinte forma:

• Book One: Worlds Myriad (Snow Lion, 2003. ISBN 1-55939-188-X )
• Dois do livro: o advento do Buda (partes 2, 3 e 4 no prelo)
Part One: Caminho do professor para Awakening
Parte Dois: iluminação de Buda
Parte Três: O Buda Doze Deeds
Parte IV: Corpos e Reinos do Iluminismo
• Três Livro: Doutrina-A do Buda Sagrado Ensinamentos
Part One: Quais são os Sagrado Ensinamentos?
Part Two: Ciclos de bíblica Transmission
Parte III: As compilações de Palavra do Buda
Parte IV: Origens da antiga tradição das traduções originais (Nyingma)
• Quatro Livro: Propagação do Budismo em Todo o Mundo
Part One: Propagação do Budismo na Índia
Parte Dois: Como budista Monástica Disciplina e Filosofia Veio para o Tibete
Parte Três: oito veículos de tântrico Prática de Meditação do Tibete
Parte IV: as origens da cultura budista
• Livro Cinco: Ética Budista (Snow Lion, 2003. ISBN 1-55939-191-X )
• Seis Livro: Os tópicos para Estudo
Part One: Uma apresentação dos Campos comum de conhecimentos e mundanos Paths
Parte Dois: Os tópicos gerais do conhecimento no Hinayana e Mahayana
Parte III: Quadros de Filosofia Budista (Snow Lion, 2007. ISBN 1-55939-277-0 )
Parte IV: Sistemas de Tantra budista (Snow Lion, 2005. ISBN 1-55939-210-X )
• Sete Livro: A Formação em Sabedoria Superior
Part One: Ganhando certeza sobre as chaves para a compreensão
Parte Dois: Ganhando certeza sobre a Medida Provisória e significados definitivos nos Três Giros da Roda do Dharma, as duas verdades e Surgimento Dependente
Parte Três: Ganhando certeza sobre a Visão
Parte IV: Ganhando certeza sobre a Quatro Pensamentos que transformar a mente
• Livro Oito: A Formação em maior absorção meditativa (Samadhi)
Part One, Two: Shamatha e vipashyana; As fases de meditação nas abordagens baseadas em causa (no prelo)
Parte III: The Elements of tântrico Practice (Snow Lion, 2008). ISBN 1-55939-305-X
Parte IV: instruções esotéricas, uma apresentação detalhada do processo de meditação em Vajrayana (Snow Lion, 2008. ISBN 1-55939-284-3 )
• Livro Nove: Uma Análise dos Caminhos e níveis a ser percorrida (no prelo)
Part One: os caminhos e os níveis no dialetizando-Based Causa
Parte Dois: Os níveis e Caminhos no Vajrayana
Parte Três: O processo de iluminação
Parte IV: os níveis nos três iogas
• Dez Livro: Uma Análise do Fruição Estado consumado (no prelo)
Part One: a fruição na dialetizando
Parte Dois: A Consecução mais comum no Vajrayana
Parte Três: a fruição no Vajrayana
Parte IV: O Estado Fruição na Escola Nyingma

Outros trabalhos publicados na tradução Inglês:

• O Grande Caminho do Despertar: O guia clássico para Usando as Slogans budistas Mahayana para domar a mente e despertar o coração traduzido por Ken McLeod, Shambhala, 2000. ISBN 1-57062-587-5
• Natureza Buda, O Mahayana Uttaratantra Shastra com comentário Arya Maitreya, com comentários de Jamgon Kongrul Lodro Thaye e Khenpo Tsultrim Gyamtso Rinpoche, Snow Lion, 200. ISBN 1-55939-128-6
• céu sem nuvens comentário por Jamgon Kongrul a Terceira. Shambhala, 2001. ISBN 1-57062-604-9
• de Jamgon Kongtrul manual Retreat traduzido por Ngawang Zangpo. Snow Lion Publications, 1994. ISBN 1-55939-029-8
• A tocha da Certeza Prefácio de Chogyam Trungpa. Shambhala, 2000. ISBN 1-57062-713-4
• Criação e Conclusão: Pontos essenciais da Meditação Tântrica traduzido por Sarah Harding. Wisdom Publications, 2002. ISBN 0-86171-312-5
• A autobiografia de Jamgon Kongtrul: A Gem de muitas cores traduzido por Richard Barron, Snow Lion Publications, 2003. ISBN 1-55939-184-7
• solo sagrado: Jamgon Kongtrul em peregrinação e Geografia Sagrada Snow Lion Publications, 2001. ISBN 1-55939-164-2
• Entronização: o reconhecimento dos Mestres reencarnar do Tibete e do Himalaia Publicações Snow Lion, 1997. ISBN 1-55939-083-2
• As professor-aluno Relação Snow Lion Publications, 1999. ISBN 1-55939-096-4
• Essência do benefício e alegria Siddhi Publications, 2000. ISBN 0-9687689-5-4
• Timeless Rapture: Inspirado Verso do Shangpa Mestres Snow Lion, 2003. ISBN 1-55939-204-5
• Luz da Sabedoria, Vol. 1 por Padmasambava, comentário por Jamgön Kontrul, traduzido por Erik Pema Kunsang, Rangjung Ögyen Publications, 1999. ISBN 962-7341-37-1
• Luz da Sabedoria, Vol. II por Padmasambhava, comentários de Jamgon Kongtrul, traduzido por Erik Pema Kunsang, Rangjung Yeshe Publications, 1999. ISBN 962-7341-33-9
• Luz da Sabedoria, Vol. IV por Padmasambava, comentário por Jamgön Kontrul, traduzido por Erik Pema Kunsang, Rangjung Ögyen Publications, 2001. ISBN 962-7341-43-6 (circulação restrita)

tulkus
Houve vários reconhecido tulkus (encarnações) de Lodro Thaye.

A Segunda Jamgön Kontrul (1902-1952)
A biografia de Khakyab Dorje, 15th Karmapa Lama menciona ele teve uma visão na qual viu 25 emanações simultâneas do mestre Jamgön Kongtrül. Proeminente entre estes foi Karsé Kongtrül ( tibetano : ཀར་ སྲས་ ཀོང་ སྤྲུལ་ , Wylie : kar SRA kong sprul , 1904-10 maio 1952). Karsé Kongtrül nasceu como o filho do 15º Karmapa: Karsé significa “filho do Karmapa”. Seu nome religiosa formal era como Jamyang Khyentse Özer ( Wylie : ‘ jam dbyangs mkhyen brtse’i’ od zer ).

Karsé Kongtrül foi identificado e entronizado por seu pai aos doze anos em 1902, em Samdrub Choling no mosteiro de Dowolung Tsurphu. Karsé Kongtrül residiu em Tsadra Rinchen Drak, o assento de seu antecessor no leste do Tibete. Ele recebeu a transmissão educação e linhagem completa do Karmapa. Entre seus outros professores eram Surmang Trungpa Chökyi Nyinche, a 10ª Trungpa Tulku. Ele atingiu a realização da linhagem final, foi um dos mais renomados Mahamudra mestres e transmitiu os ensinamentos mais profundos para Rangjung Rigpe Dorje, 16 Karmapa . Em muitas ocasiões, ele deu ensinamentos, iniciações e transmissões de leitura das velhas e novas tradições, como o Tesouro de Termas Preciosa ( Rinchen Terdzö ), e ele reconstruiu o centro de retiro de Tsandra Rinchen Drak, a sua residência no Mosteiro Palpung. Karsé Kongtrül morreu no dia 10 de maio de 1952 com a idade de 49.

3ª Jamgon Kongtrul Rinpoche (1954-1992)

A 3ª Jamgon Kongtrul, Karma Lodrö Chökyi Senge, um tulku de Khyentse Özer, nasceu em 1 de Outubro de 1954. Ele fugiu para a Índia em 1959, no rescaldo da revolta tibetana 1959 e cresceu no Mosteiro Rumtek sob os cuidados de Rangjung Rigpe Dorje , 16º Karmapa . Após a morte do Karmapa, a 3ª Jamgon Kongtrul era ativamente envolvidos na busca por seu sucessor. No entanto, ele morreu em um acidente de carro em 26 de abril 1992, antes de a busca pôde ser concluída.

4ª Jamgön Kontrul (1995 até ao presente)
A 4ª Jamgon Kongtrul Mingyur Drakpa Senge nasceu em 17 de Dezembro de 1995, em Nepal.

O dia antes de ele nascer, o falecido Chogye Trichen Rinpoche disse na frente de muitos Lamas e Tulkus: “Como profetizou … hoje Jamgon Rinpoche chegou.”

Em 1996, quando o 17º Karmapa Gyalwang Trinley Thaye Dorje, chegou em Bodhgaya, quando ele conheceu o jovem Jamgon Rinpoche pela primeira vez. Yangsi Rinpoche, apesar da sua tenra idade era capaz de pegar espontaneamente-se um pouco de arroz e lançá-lo no ar como uma oferta de mandala, Imediatamente, ele exclamou: “Este é o Jamgon Yangsi (Reencarnação) de fato!” Ele, então, emitiu uma carta de reconhecimento e deu -lhe um nome Karma Migyur Drakpa Senge Trinley Kunkhyab Palzangpo.

Em 1998, quando o Dalai Lama estava visitando Bodhgaya, o Yangsi Rinpoche teve uma audiência privada com ele, onde mostrou-lhe a carta de reconhecimento e o 14º Dalai Lama realizou a cerimônia de corte de cabelo para o 4º Jamgon Yangsi. Em 2000, Drubwang Pema Norbu (Penor Rinpoche), foi convidado para o Mosteiro Karma em Bodhgaya, e ele executou a vasta e profunda cerimônia de entronização do 4º Jamgon Kongtrul Rinpoche, novamente confirmado Jamgon Yangsi como reencarnação do grande

Outros tulkus de Jamgön Kongtrul Lodrö Thaye

Além Karsey Kontrul Khyentse Özer (1904-1953) (a principal encarnação), havia quatro outros reencarnaciones do primeiro Jamgön Kontrul: Dzigar Kontrul Rinpoche , Dzogchen Kontrul Rinpoche , e Shechen Kontrul Rinpoche . Kalu Rinpoche , também foi reconhecido post-facto como a encarnação de do Lodrö Thaye atividade , mas nunca foi entronizado como tal. De acordo com o 15 Karmapa, existiram 25 reencarnaciones simultâneas.


Fonte: https://pt.qwe.wiki/wiki/Jamgon_Kongtrul