Myoan Eisai



Myoan Eisai (1141-1215)


Referências


Referências
Myoan Eisai ou Yosai, também conhecido como kokushi de Zenko, 1141-1215.

Eisai era um monge Tendai que viajou duas vezes para a China à procura de ensinos adicionais. Durante a segunda viagem em 1187 ele recebeu inka de Xuan Huaichang (Hsu-an Huai-ch’ang, Kian Esho) como um herdeiro do ramo Huanglung da escola de Linji. Eisai ensinou Zen misturaco com ensinos tântricos e exotéricos da escola Tendai e em 1204 foi designado abade de Kennin-ji pelo imperador. A sua Linhagem desapareceu depois de apenas algumas gerações e pode ser dito que só continou através da Linhagem Soto de Dogen porque Dogen era o único herdeiro do discípulo principal de Eisai, Myozen Ryonen.

Eisai Myoan (1141-1215): A seita Zen no Japão começou oficialmente com Eisai, um sacerdote de categoria elevada que aprendeu a fundo a doutrina budista no Monte Hiei, na Idade média. Fez duas viagens à China, onde aprendeu as práticas do Zen em vários mosteiros, inclusive o famoso Mosteiro Zen de T’ien-t’ung. Ao voltar para o Japão em 1191, trouxe os ensinamentos Rinzai e também sementes de chá. Por esse motivo Eisai passou a ser conhecido como o pai do Zen e da cultura do chá no Japão.


    Fonte:

  1. Extraído de “Ensinos do Mestre Zen Anzan Roshi”(texto compilado pelo Ven. Jinmyo Fleming ino e traduzido ao Português por Claudio Miklos.