Shundo Aoyama

Shundo Aoyama (1933-)

Shundo Aoyama Roshi nasceu em 1933 (Showa 8, no Japão) na cidade de Ichinomya, província de Aichi. Aos cinco anos ingressou no Templo Muryo, em Shinshu, província de Nagano. O Templo Muryo é da tradição budista Soto Zen. Aos 15 anos tornou-se monja e entrou para Aichi Senmon Nisodo, em Nagoia (Mosteiro Especializado na Formação de Monjas Budistas de Aichi). Cursou a Universidade de Komazawa, em Tóquio, tendo se graduado com grande mérito em Estudos Budistas. Fez pós-graduação em Estudos Budistas na mesma Universidade e no Instituto de Pesquisa e Divulgação do Budismo Soto Zen. Em 1964, foi designada professora do Mosteiro Especializado na Formação de Monjas Budistas de Aichi e em 1976 tornou-se a Abadessa do Mosteiro. A partir de 1984 acumulou o cargo de Abadessa do Tokubetsu Nisodo, Treinamento para Monjas Especiais (Professoras) no Mosteiro de Aichi. Além desses cargos é a responsável pelo Templo Muryo em Nagano e Conselheira do Mosteiro Sede de Sojiji. Visitou a Índia por duas vezes. Em 1976 peregrinou pelos locais relacionados com a vida de Shakyamuni Buda e em 1982 vivenciou a experiência das irmãs de caridade lideradas por Madre Teresa de Calcutá.

Profundamente envolvida no Diálogo Inter-religioso, esteve na Europa (em Assis e Roma) como uma das representantes da Delegação Pró-Intercâmbio Espiritual Oriente-Ocidente, em 1979 e em 1987, ocasião em que também vivenciou a clausura em um mosteiro beneditino da Bélgica. Desde 1984 tem visitado centros de prática Zen Budista na América do Norte, orientando os grupos de Zazen.

Shundo Aoyama Roshi Abadessa do Mosteiro Aichi Senmon Nisodo e Aichi Tokubetsu Nisodo em Nagoya, Japão, foi Mestre do Dharma de Monja Coen.


Livros:
Para uma pessoa bonita – Contos de uma mestra zen

Textos:
A medida
Amar
Ajudar burros a atravessar
Faz barulho porque não está completo
Mutuca
No lugar do outro
Monges são ótimos amigos
Praticando além do eu
Quero me tornar uma pessoa bonita
Vento Celestial
Você é pai, mas ao mesmo tempo é filho