Ch’ing-yüan



Ch’ing-yüan (660-740)
Qingyuan Xingsi (Ch’ing-yuan Hsing-ssu, Seigen Gyoshi)
Trigésimo-quarto Patriarca



Referências
Notas Biográficas
Transmissão de Hui-neng
Transmissão para Shih-t’ou
Linhagem


Referências2
Herdeiro de Dharma do Sexto Patriarca Huineng.
Seu Herdeiro de Dharma foi:
Shitou Xiqian.
Seu título póstumo foi Hongzhi (Hang-chi, Gusai), “Ajudando Outros”. Muito pouco é conhecido sobre sua biografia. Três das Cinco Escolas do Ch’an clássico desenvolveram-se a partir de sua Linhagem: o Cadong, Yunmen, e Fayan. Ele aparece em “Registros do Silêncio” 5. Ver Denkoroku Capítulo 35.


Notas Biográficas3
Qingyuan Xingsi (Qīngyuán Xíngsī, Seigen Gyoshi, Chongwon Haengsa, Thanh Nguyên Hành Tư) foi um monge Zen-budista durante a dinastia Tang.

Três das cinco casas tradicionalmente reconhecidas do Zen são desenvolveram-se dentro de sua linhagem:

  1. Escola Soto (Caodong) estabelecida por Dongshan Liangjie (Tozan Ryokai; 807–869) descendente de Qingyuan de Xingsi e por Caoshan Benji (Sozan Honjaku, 840–901) discípulo de Dongshan
  2. Escola de Unmon (Yunmen) estabelecida por Yunmen Wenyan (Unmon Bun’en; 864–949), descendente de Qingyuan de Xingsi
  3. Escola de Hogen (Fayan) estabelecida por Fayan Wenyi (Hogen Mon’eki, 885–958), descendente de Qingyuan de Xingsi

Há pouca informação sobre sua vida. Teria vivido no templo “Morada do Sossego” no Monte Qingyuan. Na “Transmission of the Lamp” indica que ele foi estudante de Huineng, embora ela tenha sido escrito durante a dinastia Song, mais de 200 anos após a morte do Qingyuan.
A mais antiga fonte de informação sobre Qingyuan provém o ji Zutang (Registro do Hall de Patriarcas), que foi completado em 952 por Wendeng.
O erudito Albert Welter sugere que Wendeng pode ter inventado Qingyuan para legitimar Shitou Xiqian como aluno de Qingyuan e em transformar-se a si mesmo em descendente de Shitou. Do Shitou original, Huineng, morreu quando Shitou tinha apenas 13 anos, então Qingyuan serua necessário para ele receber a transmissão do dharma legítimo.


Transmissão de Hui-neng1
34. De Hui-neng para
Ch’ing-yüan
Ch’ing-yüan era monge desde pequeno, mas continuava cheio de dúvidas. Ao encontrar o mestre Hui-neng, perguntou:

Ch’ing-yüan: O que devo fazer para não ficar confuso nos estágios do desenvolvimento espiritual?
Hui-neng: Qual estágio você já tingiu?
Ch’ing-yüan: Eu ainda nem comecei a refletir sobre as quatro verdades nobres!
Hui-neng: Qual estágio você vai definitivamente atingir?
Com esta pergunta, Ch’ing-yüan tem suas dúvidas dissipadas e responde, sorridente:
Se eu nunca começar nem mesmo os estágios iniciais, como poderei atingir algum estágio? Que estágios podem haver?
Sem confusão, sem estágios, Ch’ing-yüan realizou a sabedoria.



Transmissão para Shih-t’ou1
35. De Ch’ing-yüan para
Shitou Xiqian
Quando era criança, Shih-t’ou mostrava-se totalmente contra os sacrifícios de animais, praticados pelas tribos de
caçadores de sua região. Aos 13 anos, ele se tornou noviço. Pouco tempo depois, o mestre Hui-neng faleceu, e Shi-t’ou fez retiros solitários por períodos prolongados.
Ao encontrá-lo, o mestre Ch’ing-yüan perguntou:

Ch’ing-yüan: De onde você é?
Shih-t’ou: Do seu monastério original.
Ch’ing-yüan [levantando seu cetro]: Isto existe no monastério?
Shih-t’ou: Não, em nenhum monastério, nem mesmo na terra sagrada da Índia.
Ch’ing-yüan: Desde quando você vai à Índia?
Shih-t’ou: Apenas se eu fosse à Índia que isso estaria lá.
Ch’ing-yüan: Declarações ultrajantes não são suficientes, diga mais.
Shih-t’ou: Não conte comigo para que eu diga tudo. Você também deve falar.
Ch’ing-yüan Não estou me recusando a falar. Estou apenas achando que, depois de mim, ninguém realmente despertará.
Shih-t’ou: Os mestres futuros certamente despertarão, mas eles podem ser incapazes de expressar isso.

Então, o mestre Ch’ing-t’ou bateu com cetro em Shih-t’ou, completando a transmissão.
Os mestres futuros também puderam despertar.


    Fontes:

  1. www.dharmanet.com.br
  2. “Ensinos do Mestre Zen Anzan Roshi”(texto compilado pelo Ven. Jinmyo Fleming ino e traduzido ao Português por Claudio Miklos.
  3. https://en.wikipedia.org/wiki/Qingyuan_Xingsi

Ver trabalho de Carl Bielefeldt e Lewis Lancaster sobre o Sutra da Plataforma



Linhagem desde Saquiamuni

    ÍNDIA

  1. MAKAKASHO
  2. ANANDA
  3. SHONAWASHU
  4. UBAGIKUTA
  5. DAITAKA
  6. MISHAKA
  7. BASHUMITSU
  8. BUTSUDANANDAI
  9. FUDAMITA
  10. BARISHIBA
  11. FUNAYASHYA
  12. ANABOTEI
  13. KABIMORA
  14. NAGYAHARAJUNA
  15. KANADAIBA
  16. RAGORATA
  17. SOGYANANDAI
  18. KAYSHATA
  19. KUMORATA
  20. SHAYATA
  21. BASHUBANZU
  22. MANURA
  23. KAKUROKUNA
  24. SHSISHIBODAI
  25. BASHASHITA
  26. FUNYOMITA
  27. HANNYATARA
    CHINA

  1. BODAIDARUMA
  2. TAISO EKA
  3. KANCHI SOSAN
  4. DAII DOSHIN
  5. DAIMAN KONIN
  6. DAIKAN ENO
  7. SEIGEN GYOSHI


Print Friendly, PDF & Email